Incubadora de Agronegócio

  • Uma entidade que ajuda as pessoas a obter conhecimentos técnicos e de gestão e ao mesmo tempo ganham capital para estabelecer negócios sustentáveis nas áreas de agricultura e pecuária.

Objectivo

  • Apoiar os jovens, mulheres e a comunidade em geral na obtenção de conhecimentos (Técnicos e de gestão) e fundos para estabelecer ou desenvolver o agronegócio.

Áreas de incubação

  • Produção de frangos
  • Produção de hortícolas

Grupo alvo

  • Jovens e Mulheres
  • Pequenos produtores
  • Comunidade local em geral
PAPEL DA INCUBADORA NA COMUNIDADE
  • Disponibilização de infraestruturas e equipamentos de produção (terra, trator, irrigação, aviários e ferramentas, etc.)
  • Treinamento individual e apoio para desenvolvimento e estabelecimento do agronegócio;
  • Formação em técnicas agronómicas, veterinárias e de gestão
  • Acesso a todos insumos necessários para produção;
  • Melhoria e facilitação de acesso ao mercado;
  • Partilha de lucros com os empreendedores
  • Modelos de comparação de resultados, motivação e competição entre grupos ou empreendedores individuais.
ASPECTOS FORTES DA INCUBADORA
  • O empreendedor ganha conhecimento, experiência e gera poupança para iniciar o seu próprio negócio;
  • A Incubadora combina as vantanges de economia de escala e a energia que vem de pequenos agro-empreendedores;
  • Os empreendedores são igualmente desafiados e apoiados para adquirir a independência para se tornarem pessoas de negócios fortes;
  • Os empreendedores trabalham individualmente por longo período e competem entre eles o que cria energia, motivação e diferentes estágios de empreendedor;
  • Os produtos são vendidos pelo o empreendedor/incubadora – isso melhora a comercialização e garante bom preço;
  • O modelo já foi provado na prática e esta sendo implementado na Incubadora de Moamba
  • O modelo é um negócio financiariamente sustentável e rentável a longo prazo
POTENCIAL IMPACTO SOCIO-ECONOMICO NA COMUNIDADE
  • Aumento da produção local de hortícolas e carne de frango;
  • üRedução das importações de frango congelado e horticolas;
  • Estabelecimento de novos empreendedores jovens no ramo do agronegocio;
  • Geração de novos postos de trabalhos fixos e sazonais;
  • Contribuição na retenção de jovens nas suas comunidades de origem;
  • Melhoria da renda familiar nas comunidades locais;